quinta-feira, 17 de março de 2016

ESTAS PLANTAS SÃO BOMBAS DE OXIGÊNIO: TENHA PELO MENOS UMA DELAS PARA PURIFICAR O AR DE SUA CASA

As plantas são uma forma de controlar a qualidade do ar da sua casa ou do seu trabalho. Elas podem limpar o ar, eliminando toxinas e mofo, e criar um ambiente perfeito para a vida.
Estas plantas agem como um filtro do ar.

Elas purificam o ambiente, eliminando, por exemplo, toxinas de tintas, material de construção e poeira.

Aqui está a relação das seis plantas que você deve ter em sua casa para melhorar a qualidade do ar:
  • Babosa (Aloe vera) - Esta planta é ótimo para aumentar o nível de oxigênio em sua casa.
Também absorve o dióxido de carbono, monóxido de carbono e formaldeído. 

Uma única planta babosa pode conseguir o que nove purificadores de ar podem.
  • Ficus-elástica, também conhecida como árvore-da-borracha ou falsa seringueira - Esta planta é muito fácil de manter, porque ele não precisa de muita luz. 
É eficaz quando se trata de livrar o ar de formaldeído. 

Esse composto é tido como cancerígeno e é utilizado em vários material de construção e também em móveis, vidros, espelhos, roupas e até no papel higiênico.

Mas tenha cuidado se você tiver crianças pequenas ou animais de estimação porque as folhas desta planta podem ser venenosas.
  • Hera (Hedera helix) - Todo mundo deve definitivamente ter esta erva em casa.
Hera remove 60% ​​das toxinas no ar e 58% de partículas de coliformes fecais (sim, também circulam no ar) em seis horas.

  • Clorofito (Chlorophytum comosum) - Esta planta tem a capacidade de fazer a fotossíntese sob a luz mínima. 
É excelente para absorver toxinas do ar, tais como o formaldeído, o estireno e monóxido de carbono, bem como poluentes derivados da gasolina. 

Apenas uma planta desta purifica efetivamente o ar em 200 metros quadrados de espaço.
  • Espada-de-são-jorge (Sansevieria trifasciata) - Esta planta é quase indestrutível e é ótima para tê-la em casa.
É muito resistente e precisa de muito pouca luz para a fotossíntese. 

Além de remover as toxinas, é ótimo para o quarto porque produz oxigênio durante a noite.
  • Lírio-da-paz (Spathiphyllum mauna) - É excelente para a remoção de toxinas químicas do ar.
Esta planta filtra o ar, eliminando toxinas como formaldeído e tricloroetileno.

A Nasa diz que você deve ter entre 15 e 18 dessas plantas em uma área de 500 metros quadrados. 

Ou seja, de 3 a 4 plantas, em média, é o suficiente para 80 metros quadrados de área.

Não se esqueça de colocar uma das plantas em seu quarto, porque considerando as horas de sono diárias, você passa um terço do seu tempo lá.

A espada-de-são jorge é perfeita para o quarto.

Fonte: livro "Plants: how they contribute to human health and well-being" ("Plantas, como elas contribuem para a saúde e o bem-estar"), de Bill Wolverton, engenheiro ambiental e ex-pesquisador da Nasa.

CONHEÇA OS 18 BENEFÍCIOS INCRIVÉIS DO CLORETO DE MAGNÉSIO


O cloreto de magnésio ajuda-nos a combater a depressão, os enjoos e a fadiga. No caso de tomar antibióticos, saiba que ele pode diminuir o efeito de alguns remédios. Consulte seu médico.

O cloreto de magnésio funciona como um suplemento alimentar cheio de benefícios para a saúde, que nos ajuda a manter o corpo jovem e vigorante, além de colaborar no combate e prevenção de muitas infecções. Este composto é realmente útil e benéfico para todas as idades, ainda que como princípio ativo também apresente algumas contra-indicações importantes que devem ser consideradas.

O cloreto de magnésio está composto por cloro e magnésio, que oferecem muitos benefícios para a saúde e para a beleza. Na verdade, este composto tem sido utilizado com fins industriais, além de também ser muito utilizado com fins medicinais. Vamos conhecer os benefícios do cloreto de magnésio.

O cloreto de magnésio possui os seguintes benefícios:

  • Funciona como um excelente purificador do sangue, ajudando a equilibrar seu pH. Graças a este benefício, o cloreto de magnésio nos ajuda a prevenir muitas doenças.
  • Ajuda a eliminar o ácido que se acumula nos rins, promovendo o funcionamento e a saúde renal.
  • Estimula as funções cerebrais e a transmissão de impulsos nervosos, contribuindo, desta forma, a manter um equilíbrio mental.
  • É ideal para os desportistas ou pessoas com alto rendimento físico, já que ajuda a prevenir e combater as lesões musculares, cãibras, fadiga e/ou cansaço muscular.
  • Estimula o bom funcionamento do sistema cardiovascular, prevenindo as doenças do coração.
  • Ajuda a diminuir os níveis do colesterol ruim, estimulando a boa circulação do sangue e prevenindo doenças.
  • É um poderoso remédio anti-estresse, que também ajuda a combater a depressão, os enjoos e a fadiga.
  • É muito importante na regulação da temperatura do corpo.
  • Previne problemas como as hemorróidas, melhora a saúde intestinal e ajuda em casos como a colite, prisão de ventre, entre outros.
  • Previne os problemas da próstata e ajuda a combatê-los.
  • As pesquisas alertaram que pode ajudar a prevenir e a combater tumores cancerígenos.
  • Fortalece o sistema imunológico, ajudando a prevenir e a combater os resfriados, mucosidades e infecções.
  • Previne o envelhecimento precoce, já que oferece vitalidade ao corpo e promove a regeneração celular.
  • É um elemento chave na prevenção da osteoporose, pois atua como um fixador de cálcio nos ossos.
  • O cloreto de magnésio previne a formação de cálculos renais, impedindo que o oxalato de cálcio se acumule neles.
  • Promove a saúde da mulher, já que diminui os sintomas da TPM e estimula a regulação hormonal.
  • Combate os radicais livres, evitando a formação de tumores e verrugas.
  • Promove a limpeza das artérias, prevenindo ao mesmo tempo a arteriosclerose.

Contra-indicações do cloreto de magnésio


  • Ainda que o cloreto de magnésio apresente muitos benefícios para a saúde, cabe destacar que para alguns casos está contra-indicado e é melhor não consumi-lo ou consultar previamente o médico.
  • Está contra-indicado para as pessoas que sofrem de diarreia, pois tem um efeito laxante.
  • Deve ser evitado em pessoas com doenças renais, especialmente as que sofrem de insuficiência deste tipo.
  • Não deve ser consumido quando se sofre de colite ulcerosa, pois pode aguçar as diarreias.
  • Ao tomar antibióticos, o cloreto de magnésio pode diminuir a eficiência de alguns deles, é por isso que se recomenda tomá-lo 3 ou 4 horas antes de consumir o antibiótico.
Como preparar o cloreto de magnésio?

O cloreto de magnésio pode ser encontrado já preparado e em tabletes, também há uma fórmula para fazê-lo em casa. Você vai precisar de:

1 litro de água.
30 gramas de cloreto de magnésio cristalizado.
1 colher de madeira.

O que deve ser feito?

Ponha para ferver um litro de água e depois deixe esfriar. Em seguida, coloque em uma vasilha de vidro e dissolva 30 gramas de cloreto de magnésio cristalizado. Misture com a colher de madeira, tampe bem e aguarde.

Qual dose tomar?

A dose vai depender do problema a ser tratado ou a idade. O ideal é consultar previamente um médico para saber a dose exata de acordo com nossa necessidade. No entanto, o nível geral recomendado é uma dose de uma a duas colheres de cloreto de magnésio por dia, depois dos 35 anos, antes desta idade se recomenda só meia colher.

Perceba o porque que temos de tomar o cloreto de magnésio, assista este video do Dr. Luiz Moura:


P.S (Cátia Cardana) : Falo por experiência própria, tomo o cloreto á mais de seis meses e sou uma pessoa totalmente diferente, baixou me o acido úrico (estava a ser medicada á um ano com medicamentos químicos receitados pelo médico, cujo nunca obtive resultados nenhuns) , deixei de ter dores nas articulações, colesterol baixou, ansiedade  e o cansaço físico e mental desapareceu. Têm um senão, como está em estado puro, tem um sabor horrível, mas com o passar do tempo, o nosso corpo habitua-se, aconselhado a ser tomado com água de ph alcanina (9,5), a água da torneira corta os efeitos do cloreto, o cloro e outros componentes cortam o efeito do medicamento. Tomar 3 meses e parar 1 mês, voltar a tomar 3 meses e assim por adianta (para não criar habituação)

Um bem haja

Sejam Felizes 

COMO ELIMINAR A RINITE E SINUTE



A maioria das pessoas que tomam ou tomaram o cloreto de magnésio ficaram impressionadas com os seus maravilhosos resultados e não é por acaso!

O cloreto de magnésio produz equilíbrio mineral, impulsiona os órgãos e as suas funções, como os rins, para eliminar o ácido úrico.
Recupera as articulações, purifica o sangue, revitaliza o cérebro, rejuvenesce e conserva a juventude até alta idade.

E agora vais conhecer uma virtude do cloreto que poucos conhecem: ele é ótimo para tratar e combater sinusite e rinite.



E como fazer este tratamento?
  • Pega em 33 gramas de cloreto de magnésio e dissolve em 1 litro e meio de água.
  • Lava muito bem um frasco de pulverização nasal (ver foto) e coloca um pouco do cloreto preparado nesse frasco.



  • O frasco tem uma válvula/bomba, borrifa duas vezes por dia um pouco de cloreto de magnésio no nariz.
O resultado segundo o divulgador da receita não poderia ser melhor: ficas totalmente livre de rinite e de sinusite.

Acabaram-se os espirros, a secreção e a alergia.

* (PA) A sigla PA significa que o Cloreto de Magnésio é Puro para Análise, ou seja, é o melhor cloreto de magnésio de todos, pois não possui traço de outras substâncias, impurezas ou misturas.

Conheça o porque do uso do cloreto de magnésio, assista a este video com o Dr. Luiz Moura:


Para saber quais os outros benefícios do cloreto de magnésio, veja as postagens sobre: Cloreto de Magnésio.