quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

COMO SE ENCONTRA O TEU CORAÇÃO




Olha para dentro de ti, sente o teu coração... Como está?
Encolhido, fechado, demasiado aberto, dorido...

Aceita-o como estiver e abraça-te, perdoando todas aquelas culpas ou erros que tu próprio te inculcaste ou deixaste que outras pessoas o fizessem. Começa por respirar fundo, deixando o teu coração sem temor, nem nenhum tipo de dor. Dá-lhe autorização para caminhar sem medo, diz-lhe que és maravilhoso, que fazes tudo bem, diz-lhe que o processo da vida é correto e sábio, trazendo-te em cada momento aquilo que precisas.

Dedica muito mais tempo a ti próprio e aprende a querer-te tal como tu decidiste ser, pouco a pouco encontrarás paz interior e harmonia.
Não duvides em amar-te muito, tanto como para compreender que és o protagonista do teu filme.

Amar-se é aceitar-se 

Amar é não julgar-se e nem castigar-se

Amar-se é respeitar-se e para isso precisas de te conhecer, saber quem és, o que desejas, o que pensas...

Amar-se é observar-se com ternura e dizer tudo aquilo que ninguém te disse 

Amar-se é olhar-se por fora e por dentro como o presente mais esperado ou a pessoa mais querida


QUEM APRENDE A AMAR-SE, APRENDE AMAR TUDO E A AMAR OS OUTROS

Sem comentários:

Enviar um comentário