sábado, 7 de setembro de 2013

SINTOMAS DA MOVIMENTAÇÃO DE ENERGIAS NO CAMPO ENERGÉTICO HUMANO







(Considerar essa relação somente quando já excluídas todas as possíveis causas, físicas ou psicológicas, para os sintomas.)


1. Agulhadas

1.1 – Negativo: Ataque obsessivo consciente, caracterizado por pontadas grossas nas regiões dos chacras.
1.2 – Positivo: Pontadas finas no duplo etérico, patrocinadas por amparadores, com o objetivo de abrir e canalizar energias para finalidades variadas, como cura ou desenvolvimento energético.
2. Apatia
2.1 – Negativo: Doentes Extrafísicos: Assimilação simpática com entidade doente psicologicamente deprimida.
Vampirismo: Evasão de energias, com conseqüente perda de vitalidade. Pode ser promovido por obsessores desencarnados bem conscientes, ou até mesmo por pessoas encarnadas, consciente ou inconscientemente.
3. Ardência nos Olhos
3.1 – Positivo: Processo inicial de lacrimejamento. Denota atuação intensa do chacra frontal, dos pequeninos pontos energéticos ao redor dos olhos e de alguns pontos energéticos do canal nasal que estão ligados aos nádis Ida e Pingala.
4. Arrepios
4.1 – Neutro: Sensação decorrente da interação energética com uma entidade de energias muito densas. Acontece quando um recém-desencarnado atravessa espacialmente um encarnado. Pode ser causado, também, por pequenas descargas energéticas do duplo etérico.
5. Ballonnement (sensação de inchaço do corpo)
5.1 – Positivo: Expansão do campo energético. Demonstra presença de bastante energia, além de ser um dos sintomas preliminares da projeção da consciência.
6. Bocejo
6.1 – Positivo: Movimentação do chacra umbilical para exteriorização de energias para assistência extrafísica, com conseqüente queda de metabolismo, o que provoca o bocejo. Também pode ser causado pela ativação espontânea dos chacras cardíaco e laríngeo.
7. Calor nas Costas
7. 1 – Negativo: Acoplamento áurico com entidade doente, que se aloja na região das costas.
8. Calor nas Orelhas
8.1 – Negativo: Captação de energias negativas enviadas por encarnado ou desencarnado, que repercutem nas orelhas por serem estas muito sensíveis às energias.
9. Calor ou Frio nas Extremidades
9.1 – Positivo: Demonstra características mediúnicas e/ou doação de energias.
10. Calor nos Órgãos Sexuais
10.1 – Positivo: Acúmulo de energias no chacra básico, que irradia o excesso para a região genital.
11. Calor nas Nádegas
11.1 – Positivo: Acúmulo de energias no chacra básico, que irradia o excesso para os chacras das nádegas.
12. Catalepsia
12.1 – Positivo: Descoincidência dos veículos de manifestação (físico, duplo etérico e psicossoma), o que tira o controle da consciência sobre o corpo físico. É um dos sintomas mais marcantes da projeção da consciência.
13. Choro
13.1 – Negativo: Assimilação simpática com encarnado ou desencarnado psicologicamente deprimido.
14. Claridade Mental
14.1 – Positivo: Atividade intensa do chacra frontal, que se manifesta como clarões brancos no interior da cabeça.
15. Cócegas
15.1 – Positivo: Sintoma de movimentação natural de energias pelo corpo, que repercute na pele.
16. Coceira
16.1 – Negativo: Assimilação simpática com entidade doente, geralmente um suicida, que psicologicamente está plasmando esta sensação de coceira no próprio psicossoma.
17. Comichão
17.1 – Positivo: Pequeno intumescimento energético em algum setor interno do corpo. É decorrente da movimentação energética no duplo etérico, principalmente quando há componentes ectoplásmicos envolvidos no processo.
18. Congelamento
18.1 – Positivo: Energias positivas manipuladas por amparadores (principalmente os extraterrestres) com a finalidade de ativar os chacras superiores e o nádi Sushumna (canal central no interior da coluna).
19. Diarréia
19.1 – Positivo: Desintoxicação energética física, conseqüência de uma intoxicação com energias negativas na área do chacra umbilical.
19.2 – Negativo: A intoxicação pode ser provocada pela captação de energias negativas do meio ambiente ou por acoplamento áurico com entidade doente, com problemas na região do chacra umbilical.
20. Enjôo
20.1 – Negativo: Acoplamento áurico com entidade muito doente, geralmente um suicida, que apresenta problemas na área da barriga.
20.2 – Positivo: Exteriorização de ectoplasma para assistência espiritual.
21. Enxaqueca
21.1 – Negativo: Acúmulo de energias na área da cabeça, o que causa pressão nesta região. Este processo pode ser promovido por entidades obsessoras.
22. Espirro
22.1 – Positivo: Atividade do chacra frontal, que repercute na área do nariz, através dos nádis Ida e Pingala, causando cócegas, conseqüentemente, o espirro.
23. Estado Vibracional
23.1 – Positivo: Circulação de energias pelo duplo etérico.
24. Formigamento
24.1 – Positivo: Movimentação energética natural.
25. Gargalhadas
25.1 – Negativo: Assimilação de pensamentos de entidades pouco sérias, chamadas de espíritos zombeteiros. Pode configurar-se num inicio de assédio espiritual.
26. Lacrimejamento
26.1 – Positivo: Atividade do chacra frontal em relação as energias do meio ambiente, o que repercute nos olhos e provoca o lacrimejamento, em um ou em ambos os olhos.
27. Metabolismo Acelerado
27.1 – Positivo: É decorrente da aceleração vibratória do chacra umbilical.
28. Mioclonia
28.1 – Positivo: Pequenas contrações musculares decorrentes da movimentação energética no duplo etérico, principalmente quando há componentes ectoplásmicos envolvidos no processo.
29. Movimentos Involuntários pelo Corpo
29.1 – Neutro: É um arrepio mais intenso, que provoca a movimentação de camadas mais densas do duplo etérico, provocando repercussão no físico.
30. Odores
30.1 – Negativo: Odores desagradáveis, plasmados por entidades negativas:
§  Cheiro de borracha queimada: Entidade recém-desencarnada no ambiente; o cheiro é decorrente da queima do coto do cordão de prata
§  Cheiro de madeira molhada: idem
§  Cheiro de excrementos: É característico das energias escuras e oriundas de processos de magia negra
§  Cheiro de fossa: idem
§  Cheiro de álcool: presença de alcoólatra desencarnado no ambiente
30.2 – Positivo: Odores naturais (ervas, flores), plasmados por entidades positivas. O cheiro de éter pode denotar presença de médicos extrafísicos no ambiente.
31. Pálpebras Tremulando
31.1 – Positivo: É decorrente da entrada das energias no chacra frontal. Também demonstra grande sensibilidade energética da pessoa.
32. Peso nos Membros
32.1 – Negativo: Assimilação simpática com entidades portadoras de problemas nos paramembros.
32.2 – Positivo: Exteriorização de energia muito densa, quase ectoplasma, pelos membros afetados pela pressão.
33. Pressão na Nuca
33.1 – De fora para dentro:
Negativo: Ataque obsessivo consciente de um desencarnado. Geralmente vem acompanhado de mal-estar e depressão.
33.2 – De dentro para fora:
Positivo: Pulsação positiva do chacra da nuca.
34. Pressão na Testa
Mesmo Processo da “Pressão no Alto da Cabeça”.
35. Pressão no Alto da Cabeça
35.1 – De dentro para fora:
Positivo: Atividade normal do chacra coronário, que se expande e pressiona a aura da cabeça.
35.2 – De fora para dentro:
Positivo: Energias positivas manipuladas por amparadores a fim de ativar o chacra coronário.
Negativo: Ataque obsessivo consciente, com fixação de formas-pensamento negativas no alto da cabeça. Causa mal-estar e tontura.
36. Pressão no Peito
36.1 – Negativo:
Energias acumuladas na região do peito, que pressionam o chacra cardíaco. Geralmente, ocorre com pessoas reprimidas emocionalmente.
37. Pressão no Pescoço
37.1 – Negativo: Acoplamento áurico com entidade doente, que encosta no duplo etérico da vitima, por trás. É o chamado encosto.
38. Pressão nos Lados da Cabeça
38.1 – Negativo: Ataque obsessivo consciente, com energias negativas jogadas pelas laterais da cabeça, simultaneamente, o que causa pressão na cabeça.
39. Pulsar ou Calor na Testa
39.1 – Positivo: É um dos principais sintomas da ativação energética do chacra frontal. Às vezes, parece um pequeno coração pulsando na testa.
40. Sensação de Estar Com a Cabeça Rachada
40.1 – Positivo: É decorrente da abertura do chacra coronário. Também pode ser oriunda da atividade energética de algum aparelho extrafísico instalado na paracabeça do psicossoma.
41. Sensação de Inseto Caminhando
41.1 – Positivo: Pequenas descargas energéticas do duplo etérico que sensibilizam a pele.
42. Sensação de Pingo D’água na Pele
42.1 – Positivo: Respingos de energia muito densa, quase ectoplasma, que saem do duplo etérico. Em contato com o ar, esta energia se solidifica (aumenta a densidade) e cai novamente na pele, causando esta sensação. O ectoplasma tem a característica de ser muito frio.
43. Sonolência
43.1 – Positivo: Exteriorização de energias pelos chacras umbilical e esplênico, o que diminui o metabolismo e causa a sonolência e o bocejo. A exteriorização pode ser motivada por trabalhos assistenciais ou pela necessidade de uma desintoxicação energética.
43.2 – Negativo: Vampirismo, quando acompanhado de agonia, mal-estar e suor frio.
44. Suor Frio
44.1 – Negativo: Vampirismo obsessivo consciente. Geralmente começa pela cabeça, acompanhado de arrepios, agonia e mal-estar.
45. Suor Quente
45.1 – Positivo: Desintoxicação energética através dos microchacras dos poros.
46. Taquicardia
46.1 – Negativo:
§  Aceleração dos batimentos cardíacos: Acoplamento áurico com entidade portadora de problemas emocionais. Ocorre a repercussão no chacra cardíaco, que acaba afetando os músculos do coração.
§  Aceleração cardíaca descontrolada: Ataque obsessivo consciente na região do chacra cardíaco. Altamente perigoso, podendo causar até a morte.
47. Tontura
47.1 – Negativo: Bloqueio no chacra coronário (ou no chacra da nuca) ou parapsiquismo desequilibrado.
47.2 – Positivo: Descoincidência ou soltura do duplo etérico em relação ao corpo físico.
48. Torpor
Mesmo processo da sonolência.
49. Vibrações Internas
49. 1 – Positivo: Assemelha-se a uma mioclonia interna, e é conseqüência de acúmulo de energias na região. Geralmente ocorre no peito.
50. Zumbido nos Ouvidos
A.      - Positivo: Aceleração das partículas energéticas do duplo etérico. Fenômeno precursor da decolagem do psicossoma na projeção da consciência. Também pode caracterizar um sinal mediúnico.

SENSIBILIDADE ENERGÉTICA

Quando uma pessoa fica mais sensível energeticamente, passa a ter as seguintes dificuldades:


§  Não consegue usar roupa preta.
§  Não consegue usar roupa confeccionada com a pele de animais.
§  Não consegue freqüentar lugares turbulentos.
§  Não pode freqüentar lugares sabidamente negativos sem necessidade como cemitérios, prostíbulo, hospital, boate, etc..
§  Não pode se irritar, senão se sente mal depois.
§  Não pode ter autoculpa, senão vira pasto para obsessão.
§  Não pode mandar pensamentos negativos para ninguém.
§  Não pode se relacionar afetiva ou sexualmente com pessoas negativas.


Por Wagner Borges


10 PRINCIPAIS CAUSAS DE MORTE (RAZÕES ESPIRITUAIS)





Abaixo estão as 10 principais causas de morte nos Estados Unidos da América, mas por acidente ("não há acidentes em um universo dirigido por acordo") e suicídio (geralmente o resultado de uma sobrecarga de desafios espirituais em relação à pessoa e a capacidade de manuseá-los).

Para cada causa, o motivo espiritual para isso é dado. Se você tem uma ou mais dessas condições, recomendo que olhe  para dentro e ver se - talvez - isso se aplica a você.


1- DOENÇA CARDÍACA

Na falta de amor e aprender a se amar (e outros). “O coração” "é a primeira coisa em que nós tenhamos vida, e que tem domínio sobre todo o corpo." Por isso, "deve ser o primeiro e o último a amar e adorar a Deus, tanto quando começamos e terminamos nossas ações, sejam elas espirituais ou corporais, e geralmente em todos os assuntos da vida." O coração foi projetado para receber e dar amor incondicional.

O amor é como um nutriente vital para o nosso coração como qualquer coisa que comemos ou bebemos ou não para o exercício. Já que todos nós vêm à Terra para crescer em nossa capacidade de dar e receber amor, não é de estranhar que, quando somos incapazes de fazê-lo, desenvolver problemas em nossos corações Normalmente, isso é causado por nossa incapacidade de amar a nós mesmos.

Nós todos somos constantemente assim "muito negativos" a programação das nossas famílias, nossos amigos, nossas escolas, e nossa sociedade, que não é de admirar que não conseguimos amar a nós mesmos. Porque, se nós não somos tão bem sucedidos como Bill Gates ou tão lindo como uma boneca Barbie, nos sentimos de alguma forma "menos". São esses sentimentos de longa data de interno mal-estar em nossas mentes que, invariavelmente, se manifestar como doença em nossos corações.


2- CÂNCER 

Não tomar medidas para resolver conflitos Permanentes. Nos mundos internos, o câncer é conhecido como a "doença da borboleta". Como uma borboleta, o paciente com câncer tem que lutar para sair do "casulo" de sua doença ou morrer na tentativa. Mais frequentemente, o câncer "vítima" tem um padrão de vida de problemas de longa data que foram "comendo por dentro".A incapacidade ou indisposição para lidar eficazmente com esses problemas é o que criou o casulo cancerosas para começar. Muitas vezes, o câncer é a manifestação de desejos conflitantes a pessoa tenta escapar da situação e para "manter as coisas como elas são", porque a mudança seria muito doloroso. O câncer se torna o meio de fuga que muitos tomam por não fazer nada para impedi-lo de que os levou a uma "solução final". 


3- Acidentes Vasculares... 

Na falta de honrar Mente-Corpo.  Curso deve ser renomeado para "greve" para os cursos são invariavelmente causados pela mente-corpo em greve contra o indivíduo, o estilo de vida. Para aqueles em torno do indivíduo, os cursos raramente são uma surpresa, porque geralmente eles podem apontar para os caminhos em que a pessoa não cumpriu.

As "vítimas" em geral, não têm honrado os seus corpos, dando-lhes o alimento apropriado, bebida, exercícios, sono e outras coisas "que todo mundo sabe" que devem fazer. Eles não honram suas mentes constantemente recebendo o "tempo livre" que precisam “jogar”, “recarregar" e "recriar" a si mesmos. Desde os tempos  de "vítimas" não honram os seus corpos ou mentes como templos do espírito que eles são.  Infelizmente, é somente quando o templo do corpo e da mente são permanentemente danificadas pelo derrame que aprendem essa lição. 


4- PNEUMONIA - INFLUENZA - GRIPE 

Deixar de enfrentar os medos e desafios Esmagadora.  Assim como o câncer é a incapacidade de lidar com os problemas de longa data, os ataques fatais de pneumonia e gripe geralmente resultam de uma incapacidade do indivíduo de lidar com múltiplos medos e desafios sobrecarregá-los em um curto período de tempo mais comprimido. Geralmente a pessoa é afogada na inundação de emoções (medo, ansiedade, pânico) que engoli-los. As “inundações internas" se manifestam como congestão pulmonar grave, que corta sua conexão com a respiração e, finalmente, sua ligação com a vida.


5- DIABETES

Na falta de conexão com a alegria e a "doçura" da vida. Se os diabéticos tiveram suas própria música, que poderia ser um presente de Henry Purcell: "uma pessoa de tristeza e experimentado no sofrimento..." Muitos diabéticos irá dizer-lhe que as restrições que sofrem com esta doença é causa suficiente para a sua tristeza. E ainda é a tristeza de muitas vidas que normalmente lhes causou a contrair esta doença. Os corpos dos diabéticos não podem lidar com o açúcar, porque não pode se conectar com a doçura da vida.  Além do amor, é alegria e felicidade, que são mais necessários "espiritual" dos nutrientes para sustentar a vida. Então, o melhor conselho para os diabéticos é "parar de se preocupar e seja feliz".


6- AIDS (imunodeficiência adquirida) - HIV

Na falta de amor e aceitar a si mesmo por quem e o que se pode. No curso de muitas vidas, temos sido e será todas as coisas - de um assassino em massa a um santo (e sim, é possível que o mesmo indivíduo ter tido encarnações como cada um é... eu conheço pessoalmente!). Não é por acaso que a AIDS e o HIV se originou na comunidade gay como a principal dessas lições de "estilos de vida alternativos" é autodescoberta e auto aceitação. Aqueles que ficam "cansados" de estar constantemente lutando contra a rejeição e críticas de outros manifestam esse cansaço em seus corpos. Ao mesmo tempo, seus corpos se tornam incapazes de combater as ameaças do ambiente e tornar-se "eu" de rejeição. O resultado inevitável dessa rejeição auto pode ser nada, mas nada, mas a morte fatal.


7-Doença Hepática - (cirrose) 

Não aceitar o que se tem feito da vida.  A cirrose do fígado é a doença de final de escolha. Para quem conseguir ter escolhido de forma consistente para "afogar suas mágoas em uma garrafa" ao invés de enfrentá-los. Para aqueles em situações de vida ou lugares no mundo onde a desesperança, a miséria e o desespero são a dieta diária embriaguez pode parecer uma boa alternativa. E a morte que está à espera no fundo do copo pode parecer ser a única esperança verdadeira.


8- Aterosclerose - Circulação

Deixar de ser aberto e receptivo para a Vida. Mais comumente conhecida como "endurecimento das artérias", esta doença é causada principalmente pelo "endurecimento das atitudes." As atitudes entrincheiradas que estreitam e restringem a mente manifesta endurecido e constrição das artérias, como no corpo. Cortar o fluxo de novas ideias e maneiras de pensar, literalmente, reduz a capacidade do corpo fluir e circular a energia da vida corretamente o que resulta em artérias endurecidas.


9- DOENÇA RENAL

Na falta de transmutar emoções negativas (raiva, ódio, etc.) corretamente.  Há um equívoco comum que o corpo é uma máquina e que os órgãos lidam com funções físicas somente. A verdade é que os órgãos também processam as emoções de um indivíduo e pode ficar facilmente sobrecarregados quando o indivíduo está emocionalmente "fora de controle". Isto é especialmente verdadeiro frequentemente, cuja função é remover os resíduos do corpo. A maioria dos produtos tóxicos dos resíduos emocionais são a raiva e o ódio que são oportunidades perdidas para mover uma pessoa para o perdão e a tolerância Se estas emoções tóxicas são "desejos" em excesso e de forma consistente, vão inundar o rim e causar a falha.


10- A DOENÇA PULMONAR

Na falta de ter plenamente em vida devido a sentimentos de indignidade. A cada momento fazemos uma escolha do quanto à vida por nós tomamos em cada respiração que tomamos. Ar contém a força vital da vida só que precisamos constantemente (dez minutos sem ar e mais pessoas morrem). Significativamente a nossa respiração é também a função física só o que temos e consciente total controle. Isso acontece porque ao escolher a qualidade da nossa respiração é nos dada a oportunidade de escolher a qualidade de nossa vida. Quando respiramos profundamente, nutrimos nosso corpo profundamente. Quando deixamos de fazê-lo, lentamente fome de nós mesmos.

Doenças respiratórias, como distúrbios alimentares, são um reflexo de uma opinião individual sobre o seu merecimento para receber o alimento que dá a vida. Aqueles que não conseguem respirar profundamente não pode viver plenamente. Aqueles que não podem viver plenamente geralmente vêm de um lugar de engano, acreditando que eles não são dignos. A verdade é que todos somos filhos de Deus e é só isso que faz todo mundo digno da vida. 



Solange Christtine Ventura

COMO SURGEM AS DOENÇAS






"Toda doença é uma mensagem direta dirigida a você, dizendo-lhe que não tem amado quem você é e nem se tratado com carinho, a fim de ser quem você é". De fato, todas as vezes que nosso corpo apresentar alguma "doença", isto deve ser tomado como um sinal de que alguma coisa não está bem.

A doença não é uma causa, é uma conseqüência proveniente das energias negativas que circulam por nossos organismos espiritual e material. O controle das energias é feito através dos pensamentos e dos sentimentos, portanto, possuímos energias que nos causam doenças porque somos indisciplinados mentalmente e emocionalmente. Em Nos Domínios da Mediunidade, André Luiz explica que "assim como o corpo físico pode ingerir alimentos venenosos que lhe intoxicam os tecidos, também o organismo perispiritual absorve elementos que lhe degradam, com reflexos sobre as células materiais".

Permanentemente, recebemos energia vital que vem do cosmo, da alimentação, da respiração e da irradiação das outras pessoas e para elas imprimimos a energia gerada por nós mesmos. Assim, somos responsáveis por emitir boas ou más energias às outras pessoas. A energia que irradiamos aos outros estará impregnada com nossa carga energética, isto é, carregada das energias de nossos pensamentos e de nossos sentimentos, sendo necessário que vigiemos o que pensamos e sentimos.



TIPO DE DOENÇAS


Podemos classificar as doenças em três tipos: físicas, espirituais e atraídas ou simbióticas. As doenças físicas são distúrbios provocados por algum acidente, excesso de esforço ou exagero alimentar, entre outros, que fazem um ou mais órgãos não funcionarem como deveriam, criando uma indisposição orgânica.

As doenças espirituais são aquelas provenientes de nossas vibrações. O acúmulo de energias nocivas em nosso perispírito gera a auto-intoxicação fluídica. Quando estas energias descem para o organismo físico, criam um campo energético propício para a instalação de doenças que afetam todos os órgãos vitais, como coração, fígado, pulmões, estômago etc., arrastando um corolário de sofrimentos.

As energias nocivas que provocam as doenças espirituais podem ser oriundas de reencarnações anteriores, que se mantém no perispírito enfermo enquanto não são drenadas. Em cada reencarnação, já ao nascer ou até mesmo na vida intra-uterina, podemos trazer os efeitos das energias nocivas presentes em nosso perispírito, que se agravam à medida que acumulamos mais energia negativa na reencarnação atual. Enquanto persistirem as energias nocivas no perispírito, a cura não se completará.

Já as doenças atraídas ou simbióticas são aquelas que chegam por meio de uma sintonia com fluidos negativos. O que uma criatura colérica vibrando sempre maldades e pestilências pode atrair senão as mesmas coisas? Essa atração gera uma simbiose energética que, pela via fluídica, causa a percepção da doença que está afetando o organismo do espírito que está imantado energeticamente na pessoa, provocando a sensação de que a doença está nela, pois passa a sentir todos os sintomas que o espírito sente. Aí, a pessoa vai ao médico e este nada encontra.


Por Edvaldo Kulcheski