domingo, 28 de julho de 2013

O PERDÃO





Perdoe-se antes de tudo e olhando para si, pense como gostaria de ser tratado e passe a tratar os outros da mesma forma. 
Assim, compreendendo-os, aceitará os seus defeitos por compreender que também poderia ser assim (ou é ou já o foi).

Há que desvalorizar as situações. Entenda as más experiências como lições das quais só tem de retirar os devidos ensinamentos porque mais tarde poderão servir para aconselhar alguém.

De nada lhe serve remoer o passado, pois este foi-se e o futuro, bem esse só depende da sua Atitude triunfante e segura, ou, derrotista. Desvalorize, compreenda só o que tem de entender e estará livre então para esquecer.

Amar-se a si mesmo, auto valorizar-se é fulcral, é como o ar respira, de outra maneira, não melhorará a sua atitude, e como reflexo, a sua personalidade. Para o conseguir tem de perdoar as suas faltas e os ataques alheios; ignore-os, desvalorize-os.

Ame-se para puder amar o próximo.

PAZ E ALEGRIA INTERIOR


Nós estamos vivos para aprender e para evoluir espiritualmente, abandonar o materialismo, encontrar o prazer na paz e na alegria interior.

Descobrir o Amor que tudo cura e tudo faz superar e o Poder da Oração é a maior força que temos disponível.

Acredite que Deus quer que lhe peçamos sempre, mas também recorde que como pessoa de bem, é justo que agradeça sempre tudo, bom ou mau. 

Recorde que a má experiencia se lhe aconteceu é porque você a atraiu com os seus pensamentos e Atitudes irreflectidas, ou a praticou, nesta ou em outra vida contra alguém.

Por isso seja feliz!