quinta-feira, 12 de setembro de 2013

FORÇAS DO UNIVERSO





Deus, Amor Divino, Luz, ao criar o Universo, criou-o com dois opostos, Bem e mal.
Tudo tem um extremo oposto e temos o poder de decisão qual o caminho que tomamos na vida e somos responsáveis pelos mesmos actos o que também se chama "Lei do Karma e do Dharma" que resumindo, cá se faz e cá se paga.
Nós (e não Deus), somos exclusivamente através do nosso Livre Arbítrio a fonte de todo o mal e discórdia no Mundo.

Tudo o que existe é uma forma de energia. Até estas palavras o são e praguejar é criar energias negativas.

Pessoas negativas e positivas tem a mesma influencia mas somos tão tentados só olhar para o mal que raramente notamos nas coisas belas da vida, na procura da nossa felicidade e o ditado "A galinha da vizinha é sempre melhor" tristemente é predominante.
É incontestável que a inveja é capaz levar uma pessoa ao entrar em casa de outra, afectar plantas e animais. Haverá sempre alguém que se conheça que relate ocorrimentos destes, de plantas que estavam viçosas e no espaço de dias morrem.

Á nossa volta, mas invisível aos nossos olhos, muitas outras energias fluem como as das estações de radio, telemóveis e coisas que a nossa Ciência ainda não detectou mas que existem. Há século e meio, falar de Televisão era de malucos.
Da mesma forma que os Anjos são entidades positivas ao serviço de Deus, sabemos ou já ouvimos haver demónios.
Acrescem os espíritos errantes que estão apegados ás memórias e aos lugares e aos vícios. A própria Natureza terá as suas próprias energias com alguma inteligência...
E considerando que uma oração é um mantra, é criação de energia, existem muitas excelentes orações positivas na Bíblia para pedir a Cristo e em seu nome auxilio a Deus para nossa protecção. 
E existem de certeza para aqueles que fazem do mal alheio, muitas outras orações negativas que servirão para invocar as forças do mal. E infelizmente parece que muitos animais são sacrificados para alimentarem estes pactos.

Devemos sempre respeitar as forças negativas, não as desdenhar ou provocar, atraindo problemas que escusava de ter.

Sem comentários:

Enviar um comentário