quarta-feira, 31 de julho de 2013

7 CONSELHOS PARA CRIAR UM FILHO RESPONSÁVEL






1 - Seja o modelo (dê o exemplo)
2 - Bons habitos são criados desde pequenos (horarios de sono, etc)
3 - Ensine seu filho a cuidar e arrumar o que é dele
4 - Não faça pelo seu filho o que é tarefa dele
5 - Mostre que é preciso de cuidar do que é de todos
6 - Estabeleçer horários para a diverção e dormir
7 - As tarefas do lar sejam divididas por todos



Já reparou como a educação das crianças esta sendo cada vez mais feito por "terceiros"...!

Muitos pais, na correria para trabalharem, ganharem dinheiro e poderem dar boas condições aos filhos, acabam esquecendo que a melhor e mais importante educação que uma criança pode ter é a que vem de casa.


Como você tem criado seus filhos?
Como você tem visto filhos serem criados?
Concorda com o que esta acontecendo?

Transferir a responsabilidade para escolas e profissionais, sem ter a preocupação de ensinar e educar em casa é o mesmo que criar uma bomba relógio. 
Por melhores, mais treinados, capacitados e bem intencionados que sejam os professores e escolas, não há como eles operarem milagres educacionais quando as crianças não tem bons exemplos dentro de casa.

Uma criança precisa entender desde cedo o que são os Valores.
Quando o adulto age de uma forma, deve ter plena consciência que a criança, por mais consciente que seja ou venha a ser, tem grande chance de agir da mesma forma.
“Filho de peixe, peixe é.”


  • Dar o bom exemplo.
  • Fazer o que fala.
  • Falar o que faz.
  • Estabelecer acordos, regras e contratos com as crianças.
  • Cumprir todos os acordos.
  • Dar atenção e saber ouvir.
  • Ter uma linha de comunicação assertiva, com linguagem não violenta.
  • Mostrar os Valores.
  • Ensinar a ser do Bem.

Se quer fazer uma criança ser um grande adulto, comece dando pequenos exemplos e sendo grande a partir disso.

Se você não é o ser humano que sonhou ser ainda, seja pelo menos o ser humano que inspira, que educa e que transmite aos filhos o melhor que há em si mesmo.

Mude por eles e eles o honrarão.

terça-feira, 30 de julho de 2013

3 SIMPLES PASSOS PARA MUDAR A SUA VIDA




PROCURE MUDAR


Se não fizer o esforço, de nada valem as intenções, há que realmente querer...

Abra-se para o mundo, deixe a carapaça, não tenha medo de sofrer, tenha sim cuidado é com as opções que toma, estas sim quando não são devidamente ponderadas previamente é que levam a que você se magoe. Seja qual for a situação problematica que vier a estar envolvido, você caíu lá porque não observou o sinais e não disse a palavra importante no devido tempo: «NÃO»!

Aprenda a dizer: Não!

Você não quer isto ou aquilo; diga... Não!

Faça o esforço, terá mais respeito e deixará de ser infeliz por querer agradar os outros e sentir-se depois muito mal.




TENHA MORAL, SEJA HONRADO




Seja pessoa de uma só palavra!

Caiu-se numa cultura de desresponsabilização em que as pessoas dizem uma coisa e mudam de ideias descartando-se dos seus compromissos e das suas responsabilidades.
Ser respeitado não consiste em fazer-se respeitar mas sim em ser fiel ao que afirma e faz!

Aprenda a valorizar o que diz e a valorizar-se como você é, pois você é a pessoa mais importante e insubstituível do mundo;


Ame-se com a necessidade necessária.

Ao ter uma postura recta, atrairá a si pessoas iguais. Observe os chicos espertos que atraem sempre pessoas iguais a si mesmo, ou, pessoas problemáticas que estão sempre envolvidas em problemas porque aquilo que pensamos, é o que atraímos, somos exactamente aquilo que pensamos, chama-se: Atitude...

Então a sua integridade moral, seus valores, o respeito por si mesmo e tudo o que o rodeia vai criar um ambiente perfeito e vai atrair pessoas equilibradas ao seu redor.


Seja transparente em pensamentos e atitudes.




DÊ AMOR PARA SER AMADO/A




É no dar que é semear que recolhemos sem esperar as melhores coisas da vida.
É assim que tem de viver a sua vida.
Esta é uma outra Lei Divina; há que dar primeiro e o destino reembolsará (também é conhecida como a Lei Divina do Dízimo).

Praticando um pouco de todas estas recomendações, começará a ganhar a tão almejada Paz Interior e felicidade permanente, constante, indescritivel que transparecerá dos seus olhos, da sua face.
E tenha a certeza que rejuvenescerá e viverá muitos longos e duradouros anos Felizes.


Sejam Felizes!

segunda-feira, 29 de julho de 2013

SIGA O SEU CORAÇÃO






É tudo uma questão de cumprirmos o nosso propósito e não recearmos... acreditar que as coisas vão funcionar se fizermos aquilo que nos vai no coração... e também a importância da amizade.


Siga o seu coração e não tenha receio. 



O medo impede-nos de compreender e seguir o nosso destino. Apesar de muitas vezes, a nível material, nem tudo parecer correr da melhor maneira, a nível espiritual tudo funciona sempre bem e isso tem reflexos também no aspecto material - se nãonesta vida, então na seguinte.



Se a sua mente estiver fechada, será muito difícil aprender algo de novo.



As mentes fechadas rejeitam tudo o que seja diferente, tudo o que entre em conflito com as suas velhas convicções, convicções estas que inclusivamente podem ser falsas. Muitas vezes as pessoas esquecem que a experiência é mais forte do que a crença. A força que mantêm a mente fechada é o medo.



Somente as mentes abertas podem receber e processar o novo conhecimento.



Procura no Teu Coração, é lá que estão todas as respostas, cria uma Nova Vida Todos os Dias, e envolve-a de Amor Puro, só assim alcançarás os Teus Objetivos.

DEZ SINAIS DE UM DESPERTAR ESPIRITUAL





A lista seguinte descreve os dez sinais do despertar espiritual, encontrados em pessoas que escolheram superar as limitações humanas para alcançar a verdade interior inata.

1 – Auto-Controle – Quando não se depende de experiências sensoriais ou da influência de hábitos passados, pode-se exercer o verdadeiro livre arbítrio e experienciar a felicidade inerente da alma. 


Considerando que a norma é agir com base no que se está acostumado a fazer, em vez de seguir os verdadeiros desejos, uma pessoa comprometida espiritualmente se afasta dos maus hábitos que oferecem um prazer temporário, antes que finalmente tragam o sofrimento, e escolhe a satisfação duradoura do espírito, encontrado através do autocontrole.

2 - Humildade – Um despertar espiritual é cultivado pela vontade de aprender e de mostrar compreensão, esforçando-se pelo bem-estar dos outros e contribuindo com o meio ambiente, dando um exemplo admirável, sem falar da própria grandeza. 


Uma vez que se percebe que o eu é algo bem além do corpo, que a alma é um microcosmo do Grande Espírito, atua-se com a intenção de ser um instrumento desta força benevolente para se expressar. Em vez de assumir o crédito pelas boas ações do ponto de vista egoísta, é possível apresentar sucessos como ofertas ao aspecto divino do eu, mantendo a gratidão, em vez do orgulho, pelos atributos e realizações com que se é abençoado. 

Quando os pensamentos estão centrados no bem-estar dos outros, a verdade se manifesta.

3 – Amor Incondicional Altruísta – O amor é a força motriz atrativa que dá vida e propósito à existência. O Mestre Espiritual Sri Yukteswar disse que o amor comum é egoísta e se baseia em desejos e gratificação pessoais, enquanto que o amor divino é ilimitado, imutável e incondicional. 


Os seres espiritualmente despertos vivem em harmonia com a natureza e com outras pessoas, amando igualmente a toda a humanidade e mantendo indiscriminadamente a compaixão, independentemente do credo, nacionalidade, ação ou qualquer limite. 

O amor implica em grande liberdade, mas só vem quando a mente é tranquila e altruísta. Somente o amor, a misericórdia e a boa vontade que se desenvolvem em cada indivíduo, podem trazer a paz e a estabilidade, tanto em uma escala pessoal, quanto global.

4 – Calma e Concentração - As pessoas desenvolvidas espiritualmente têm formado um grande poder de concentração para atingir os seus objetivos. Se compararmos o verdadeiro Eu com o fundo de um lago, ele é somente visível quando as ondulações de pensamentos foram abrandadas e a água está tranquila. 


Se a água estiver turva, ou agitada, o fundo não pode ser visto. Eventos, memórias, preocupações e desejos tentam invadir incessantemente o dia de uma pessoa. Se os pensamentos estiverem intensamente ligados às emoções, eles são ainda mais difíceis de serem liberados. As técnicas da concentração e da meditação treinam a mente para impedir que pensamentos inquietos turvem e obstruam a experiência de verdadeira natureza espiritual.

5 – Desapego – Parte do despertar espiritual é a liberdade mental das posses. Ao praticar o desapego, pode-se desfrutar das coisas e executar as ocupações materiais com um sentido de serviço e não de ganho pessoal. 


O ego quer se apegar aos objetos, ideias, juventude e outros aspectos da experiência do mundo. Ao deixar ir estas coisas graciosamente quando elas serviram em seu tempo, a paz interior é fortalecida.

6 – Intuição – A Intuição é uma fonte inesgotável e resoluta de sabedoria e orientação para quem é receptivo ao seu conselho sutil.


Quando se liga a este recurso através da entrega e da meditação diária, o indivíduo tem a capacidade de ouvir e de confiar em qual é o curso correto de ação para realizar os seus melhores interesses. Todos têm esta qualidade e com o despertar crescente e a clareza, torna-se uma fonte de crescente percepção e segurança.

7 – Auto-Conhecimento – Aqueles comprometidos com um caminho espiritual se examinam constantemente, a fim de progredirem e de fazerem as mudanças necessárias. O Mestre Espiritual J. Krishnamurti afirma que sem saber quem se é realmente, não há um ponto de partida para o pensamento correto, de modo que não pode haver transformação. 


Ao estar consciente, em cada momento presente dos pensamentos, intenções e desejos, pode-se começar a eliminar qualidades pessoais indesejadas e dar vida a novas características que levam ao triunfo sobre si mesmo.

8 – Discernimento – Com o aumento da compreensão espiritual vem a sabedoria para saber com certeza o curso correto de ação e da decisão de não permitir que algo impeça de se sustentar uma escolha. 


Isto não implica em teimosia ou impulsividade, mas sim em um estado de autoconsciência que consiste em se manter fiel às convicções e a ter a humildade de admitir quando se está errado.

9 – Felicidade –
Todos se esforçam por ser felizes. Tornam-se dedicados ao caminho espiritual para encontrar uma paz imutável e uma felicidade que é ilusória nas coisas materiais. 


Paramahansa Yogananda explica que nunca se pode ser verdadeira e permanentemente feliz, até que se busque a satisfação na evolução espiritual e evite que influências inibam esta transformação. 

Quando se chega a isto, a prova absoluta do despertar espiritual é uma felicidade real, incondicional e infinita.

10 – Liberdade –
Somos individualmente responsáveis pelos nossos próprios hábitos, erros e resoluções. Uma vez que o Grande Ser seja encontrado na alma com dedicação e fé, atinge-se a liberdade e a vida que é verdadeiramente bela. 


O Bhagavad Gita diz: “Desapegado do mundo sensorial, o yogi experiencia a alegria sempre nova de Ser. Sua alma envolvida em união com o Espírito atinge a Felicidade indestrutível.”

O despertar espiritual é uma ocorrência importante na vida das pessoas, porque ele revela um propósito para a existência. 


Resolver o labirinto da vida, ver a maravilha na experiência cotidiana, cumprir o desejo da alma de união e, finalmente, encontrar o caminho do lar, é o verdadeiro significado do despertar espiritual.

domingo, 28 de julho de 2013

O PERDÃO





Perdoe-se antes de tudo e olhando para si, pense como gostaria de ser tratado e passe a tratar os outros da mesma forma. 
Assim, compreendendo-os, aceitará os seus defeitos por compreender que também poderia ser assim (ou é ou já o foi).

Há que desvalorizar as situações. Entenda as más experiências como lições das quais só tem de retirar os devidos ensinamentos porque mais tarde poderão servir para aconselhar alguém.

De nada lhe serve remoer o passado, pois este foi-se e o futuro, bem esse só depende da sua Atitude triunfante e segura, ou, derrotista. Desvalorize, compreenda só o que tem de entender e estará livre então para esquecer.

Amar-se a si mesmo, auto valorizar-se é fulcral, é como o ar respira, de outra maneira, não melhorará a sua atitude, e como reflexo, a sua personalidade. Para o conseguir tem de perdoar as suas faltas e os ataques alheios; ignore-os, desvalorize-os.

Ame-se para puder amar o próximo.

PAZ E ALEGRIA INTERIOR


Nós estamos vivos para aprender e para evoluir espiritualmente, abandonar o materialismo, encontrar o prazer na paz e na alegria interior.

Descobrir o Amor que tudo cura e tudo faz superar e o Poder da Oração é a maior força que temos disponível.

Acredite que Deus quer que lhe peçamos sempre, mas também recorde que como pessoa de bem, é justo que agradeça sempre tudo, bom ou mau. 

Recorde que a má experiencia se lhe aconteceu é porque você a atraiu com os seus pensamentos e Atitudes irreflectidas, ou a praticou, nesta ou em outra vida contra alguém.

Por isso seja feliz!

sábado, 27 de julho de 2013

ESPÍRITO PROTETOR - ANJO DA GUARDA



Todos nós a partir do dia do nosso nascimento é-nos atribuido um anjo protetor, anjo da guarda, ele tem como missão acompanhar nos e ajudar nos a progredir. Ele é sempre de natureza superior com relação ao seu protegido. 

A sua missão é como a de um pai com relação ao filho: guiá-lo pela senda do bem, auxiliá-lo com seus conselhos, consolá-lo em suas aflições, levantar-lhe o ânimo nas provas da vida. 

O protetor espiritual dedica-se ao seu protegido desde o seu nascimento até a morte, e muitas vezes o acompanha na vida espiritual, depois de sua desencarnação. 
A forma como cada um se comunica com os anjos não importa, basta abrir o coração para receber desses seres celestiais suas mensagens de sabedoria e otimismo, estabelecer uma comunicação clara e em sintonia, feita de coração, com fé na existência e poder dos seres celestiais.

Uma vez que aceitou tal tarefa, o protetor espiritual se obriga a velar por seu protegido. Evidentemente, antes de assumi-la, pode ele escolher, como protegido, um ser que lhe seja simpático. Assim é que, enquanto para uns a missão que lhes compete é um prazer, para outros constitui tão-somente um dever. 

O protetor espiritual não fica, porém, constantemente ao lado do seu protegido, pois há circunstâncias em que a sua presença não é necessária. Quando vê que seus conselhos são inúteis, ele pode afastar-se, mas jamais abandona por completo seu protegido, buscando sempre fazer-se ouvir. E voltará, com certeza, para junto de seu protegido, desde que este o chame.

Se, porém, no curso de sua missão, ele precisar afastar-se para cumprir outras tarefas, incompatíveis com aquela, será substituído por outro Espírito, de tal maneira que ninguém, em momento algum, fica desprovido de proteção espiritual, exceto quando a criatura pode guiar-se por si mesma, caso em que não mais terá necessidade de anjo da guarda

Confie no seu anjo, tenha fé, converse com ele, são os anjos que trazem força e luz para cada um de nós em todos os momentos, dos mais felizes aos mais difíceis..

sexta-feira, 26 de julho de 2013

A NOSSA MISSÃO


A nossa missão é relembrar, assemelharmo-nos a Deus através do conhecimento, através desse conhecimento aproximamo-nos de Deus, e só então depois podemos descansar.
Nessa altura podemos voltar para ensinar e ajudar os outros.




Um problema específico nesta escola que chamamos a Terra é o facto de neste mundo ser tão difícil recordar que somos almas, que não somos apenas uns corpos físicos. 

Distraímo-nos constantemente com as ilusões e os enganos deste planeta tridimensional. Aprendemos que o dinheiro, poder, prestígio, bens materiais, o conforto material, tudo o que é tangível e que podemos acumular, é extremamente importante e, por vezes, tudo isso pode transformar-se no objectivo das nossas vidas.

Ensinam-nos que para sermos felizes temos que ser amados e respeitados pelos outros. Dizem-nos que a solidão é miserável.

Na verdade, somos seres imortais que nunca morrem e, em termos energéticos, nunca estamos separados daquele que amamos. 



Temos companheiros de alma e famílias de alma eternas. Somos guiados através de todo o sempre por espíritos guardiões. Nunca estamos sós.


Não levamos nada do que é "nosso" quando morremos.

Transportamos connosco apenas as nossas acções, os frutos da sabedoria do nosso coração.

Quando voltamos a despertar para o conhecimento de que todos nós somos seres espirituais, nessa altura verifica-se uma mudança nos nossos valores e podemos alcançar a paz e a alegria eterna.

Se você tem uma vida em aberto, livre de objectivos a realizar, recorde que devemos progredir sempre para a espiritualidade, para a paz interior, para a simplicidade e humildade, para a progressão.

Deixar uma vida passar sem nada contribuir, fazer ou edificar é o estagnar, o parar, é o ter de retornar vezes sem conta...
Se está a ler estas palavras é porque o Destino a/o conduziu até aqui.

Agora fica a cargo do seu Livre Arbítrio decidir.